A repetição é a morte criativa

Esse post é da revista online Burn. e eu traduzi e coloquei ele aqui pra vocês. O super famoso fotógrafo David Alan Harvey está aqui no Brasil e vale muito a pena acompanhar o trabalho dele. Lá vai:

© 2011 David Alan Harvey

A colagem acima representa minha primeira semana no Rio para o theriobook.com Para aqueles que ainda não sabem, eu estou no Rio de Janeiro fotografando para o meu livro. Esse será o capítulo final do meu trabalho por aqui, durante as idas e vindas dos últimos anos. Sabendo que a maioria de nós tem aversão a pagar para obter informações na Internet, eu coloquei apenas uma taxa, a mais baixa possível, algo que eu acredito ser tangível para muitos de vocês.

Na verdade, um custo muito baixo para um mês de “workshop” onde estou interagindo com esse público, ao mesmo tempo em que fotografo e termino de tomar minhas decisões sobre o título, layout, e a sensação geral que quero transmitir para esse livro. Aqueles de vocês que estão interessados ​​em ensaio fotográfico e na produção de livros serão os mais beneficiados. Se você se juntar a nós, você receberá um desconto de 10% sobre o livro que estréia em maio de 2012. Todo o trabalho que subsidiará UMA NOITE NO RIO é feito em conjunto entre eu e a  NG (National Geographic). Tenho a sensação de estar no processo do meu melhor trabalho, ainda que seja controverso para algumas pessoas.

Por que controverso? Primeiro, ele não se parecerá com as coisas que eu fiz antes. Estilisticamente mais solto. Segundo, algumas das pessoas a serem fotografadas, se mostrarão  um pouco mais ousadas do que eu normalmente uso como regra. Por que mudar? Porque eu sinto que os fotógrafos nunca deveriam ficar presos em seu próprio parâmetro. A repetição é a morte criativa. RIO remete a sensação de estar solto por ai. Parecido com a colagem acima, que é uma técnica de layout que eu nunca teria usado para Divided Soul (Alma Dividida), por exemplo. Eu não estou dizendo que está acima é o layout. Eu só sei o layout não vai ser parecido com o de Divided Soul. Talvez eu faça um combo. Talvez se pareça com um tablóide. Pensando…pensanso.

UMA NOITE NO RIO é um diário. Não é ficção. No entanto, também não um catálogo de RIO. É apenas uma história, apenas uma sensação. Uma representação de uma noite que mudou para sempre este autor. Feito 99% com um iPhone, até agora… Junte-se a mim na construção deste ensaio final. Já tem uma semana que estou por aqui. Tenho três semanas pela frente. O trabalho está apenas começando.

Esta entrada foi publicada em Must See, Workshops e marcada com a tag , , , , , , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>